Rosane Fetter
Educar com amor para transformar vidas!
Capa Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato
Textos
RENOVAR E RESSIGNIFICAR
Renovar e refletir são palavras que nos fazem pensar sobre o nascer do sol de todas as manhãs, que surge para nos transformar, mudar a direção e ressignificar nossas atitudes perante a vida.
O nascer do sol é algo maravilhoso, uma obra de arte que se levanta e brilha para todos, mesmo para pessoas que não observam este milagre. Ele surge para renovar as esperanças de um mundo melhor, para reconstruir o que foi feito, como um castelo de areia que a onda passa, renascer a cada dia, ter novas oportunidades para fazermos boas escolhas, fazer acontecer e se programar para justamente reescrever nossa história.
Porém, para mudar é necessário ressignificar nossas atitudes, se desprender de velhos hábitos, se livrar de comportamentos que não trazem felicidade.
Desta forma, é preciso observar as ações e reações que produzimos ao longo dos dias e perguntar: será que estamos no caminho certo?
Este caminho pode ser o mais fácil, pode ser complicado, mas todos eles possuem uma reflexão de que aceitamos a vida e nos comprometemos com a felicidade, com o sentido de ser o que quisermos ser.
Para isto ocorrer é preciso ressignificar, é preciso sair da concha do conforto, se desfazer de comportamentos nocivos e assim executar a transformação, um passo a cada dia e quando percebemos já estamos mudados, já fizemos algo maravilhoso em nossas vidas.
Por isto, não percam a oportunidade de renovar e ressignificar para dar sentido ao que você faz todas as manhãs, todos os dias. Aproveite o presente pois coisas boas vem a nós a cada manhã, basta observar.
A transformação ocorre dentro de nós para depois se espalhar pelo mundo! Viva a vida com amor próprio!
Rosane Fetter
Enviado por Rosane Fetter em 10/02/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários