Textos

COMO MUDAR A PERCEPÇÃO DE ESTUDO
Muitas vezes você perde o foco nos estudos?
Muitas vezes você sente que não consegue reter conteúdos?
Você é uma daquelas pessoas que sonham acordado?
Pode ter certeza que não está sozinho neste problema. Sonhar faz bem, porém tem momentos em que começa a ler alguma coisa e simplesmente viaja... Você é criativo e isto não é um problema, você somente precisa saber quando usar a criatividade e quando focar melhor nos estudos.
Teremos hoje uma breve explicação sobre como podemos fazer para nos desvencilhar deste modo operacional da mente.
Há uma conexão interessante para aprender melhor, isto é, por exemplo, quando queremos aprender a jogar tênis, o que fazemos?
Contratamos um instrutor que irá ensinar cada etapa do jogo, o passo a passo, e fazemos repetidamente, incansavelmente até conseguir ser o melhor que podemos, nos tornamos jogadores competitivos quando executamos o passo a passo de forma automática, sem pensar.
Mas como foi que você adquiriu esta mente operacional? Foi com o treinamento, com a repetição, com o entusiasmo...
Podemos fazer assim também com o modo de estudo,  perceber como estamos fazendo no cotidiano para estudar, se estamos somente fazendo tarefas sem pensar, sem nos preocuparmos da qualidade deste conteúdo. Podemos fazer de forma mais organizada, como o jogador fez, fazendo um pouco por dia, dia após dia, treinar o conteúdo para poder explicar a outra pessoa aquilo que aprendeu com o seu trabalho contínuo.
Percebemos que aprendemos quando revisamos algum assunto e sabemos este conteúdo maravilhosamente bem, isto é, estamos aptos até para palestrar sobre ele, ficamos confortáveis ao explicar algo que sabemos. Na medida em que você foi fazer repetidamente uma tarefa, na medida em que seu cérebro organizou mentalmente cada passo de treinamento.
O mesmo acontece com os estudos, você necessita aperfeiçoar a técnica para depois fazer de forma automática. A memorização ocorre  em cada passo formando blocos de conteúdos que podem se interligar, se relacionar na medida que irão contextualizar o problema e encontrar soluções.
O processo de associação é feito mágica, vai colocando blocos de conteúdos em sua mente que você não esquecerá mais, você se torna um expert nos estudos porque saberá como fazer para reter o conteúdo e utilizar em cada situação nova que irá surgir. E estes passos irão ajudar a você reter o material de forma mais qualificada para se tornar um expert nos estudos:
1. Leitura do material - esta leitura é interativa, você irá ler com a caneta e papel do lado para escrever algumas palavras chaves das ideias centrais. 
2. Compreender o material - após a leitura, veja se necessita procurar significação de algum termo,isto é, quando você entende o que o autor está querendo dizer com aquele conteúdo, veja os padrões de significado.
3. Dar sentido ao material - aqui você escreve tudo o que você sabe a respeito do conteúdo, explique usando exemplos, escreva se concorda ou não com aquelas observações lidas do autor e caso não concorde use argumentos lógicos explicar suas observações.
4. Reescrever o material - após a primeira explicação escrita, volte a ela e veja se você colocou todos os pontos chaves, todas as ideias principais, reescreva, repita esta tarefa e com certeza, este conteúdo pode ser reproduzido em qualquer situação da sua vida.
A repetição cria blocos de memórias que fará com que você lembre de aspectos que antes não tinha observado, os detalhes complexos, as partes irão se unir com sua memória de vida, fará uma interligação com o que você já sabe e a contextualização acontece de modo natural.
Estes são os passos que poderão ajudá-lo a fazer um estudo mais dinâmico e qualificado em qualquer área, é um modo de fazer que impacta em sua vida porque modifica a forma de estudo para melhor e assim você poderá compreender que faz melhor quem se dedica mais.
Boa sorte nos estudos!
Rosane Fetter
Enviado por Rosane Fetter em 28/07/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários